O que é Esgotamento Emocional? 15 sintomas mais comuns

 

Sentir-se cansado após um dia estressante de trabalho é comum, mas quando esse cansaço persiste, é preciso ter cuidado.

Uma rotina corrida com muitas tarefas, desorganização e falta de tempo para relaxar é o cenário perfeito para desenvolver o cansaço emocional.

Para explicar melhor, neste artigo responderemos a algumas perguntas frequentes sobre as causas, sintomas e tratamento deste tipo de esgotamento crônico.

Confira!

Índice

O que é esgotamento emocional?

Afinal, o cansaço faz parte da vida, resolução de tarefas durante o dia, obrigações pessoais e de trabalho e uma série de outros fatores geram desgaste do corpo e da mente.

No entanto, o esgotamento emocional é diferente.

Segundo especialistas, pode ​​ser caracterizada como uma condição que um indivíduo experimenta após atividades intensivas de longo prazo.

Mas na qual a fadiga e o desânimo persistem mesmo após várias horas de descanso.

Que uma vida constante em situações estressantes pode levar a um aumento nada saudável do nível de cortisol.

Popularmente conhecido como hormônio do estresse e que esse fator, junto com o esgotamento físico e psicológico, apoia o surgimento e o diagnóstico do esgotamento emocional.

Quanto às causas, o cansaço emocional tem uma etiologia multifatorial.

Ou seja, pode ser causado por várias causas que se acumulam ao longo do tempo e posteriormente aumentam o nível de estresse.

O acúmulo de atividades e responsabilidades, a pressão psicológica e o desequilíbrio emocional no gerenciamento dos acontecimentos cotidianos são apenas algumas situações que podem desenvolver o esgotamento.

E fazer com que o indivíduo experimente sentimentos de não reconhecimento, abandono de atividades de autocuidado que poderiam ajuda-los enquanto alivia o estresse.

Além disso, os casos de cansaço emocional são mais comuns entre as mulheres.

Socialmente falando, apesar dos grandes avanços em relação aos direitos da mulher e suas responsabilidades pessoais, profissionais e domésticas, está comprovado que o gênero feminino tem mais demandas do que o sexo oposto.

Uma pequena amostra disso aparece na pesquisa do IBGE de 2019 sobre tarefas domésticas.

Que mostra uma diferença significativa de 78,6% dos homens fazendo essas tarefas para 92,1% das mulheres fazendo o mesmo.

Esses números ainda não incluem o trabalho fora de casa, o cuidado dos filhos e as pressões sociais que as mulheres enfrentam.

Outro fator importante a ser abordado é a diferenciação entre exaustão emocional e esgotamento, pois muitas pessoas confundem os dois devido a sintomas semelhantes.

A principal diferença entre os dois está, na verdade, nos fatores desencadeantes.

Nos casos de esgotamento emocional, o esgotamento pode advir de problemas na vida pessoal e profissional.

Além da necessidade de atender expectativas, bem como do bombardeio diário de mensagens etc.

No caso do Burnout, o indivíduo experimenta um esgotamento causado diretamente pelo seu ambiente de trabalho.

15 sintomas mais comuns de exaustão emocional

Em qualquer situação de doença, seja física ou mental, o corpo apresenta alguns sintomas importantes aos quais você deve prestar atenção.

No caso do cansaço emocional, os principais sintomas são:

  • Dor de cabeça
  • Insônia
  • Fadiga excessiva
  • Mudanças de memória
  • Alterações gastrointestinais e libidinais
  • Desânimo constante
  • Preocupação excessiva
  • Sensação de ansiedade
  • Produtividade reduzida
  • Falta de alegria em realizar atividades
  • Sentimentos de insegurança e/ou fracasso
  • Desesperança
  • Mudanças de humor
  • Necessidade de isolamento
  • Falta de concentração

Se identificou algum destes sintomas como uma constante no seu dia-a-dia, procure apoio profissional para o ajudar a aliviá-los e a encontrar equilíbrio e qualidade de vida.

O descanso faz parte dos cuidados com a saúde!

Abordagens de tratamento e prevenção da exaustão emocional

Quando você tem uma rotina agitada e corrida, é sempre uma boa ideia incluir na sua agenda algumas atividades que vão te permitir relaxar independente do seu nível de exaustão.

A qualidade de vida significa encontrar momentos de descanso, acrescentando que para quem sofre de cansaço emocional, são essenciais atividades que possam estimular sensações de prazer e bem-estar.

A seguir, veja alguns tratamentos e atitudes que podem ser usados ​​para aliviar e prevenir esse tipo de esgotamento.

Organizar uma rotina

Planejar as atividades diárias pode deixar o indivíduo mais tranquilo para realizá-las e menos ansioso.

Além disso, ao organizar a rotina, a pessoa consegue enxergar suas limitações de forma mais concreta, e assim enxergar o que precisa e pode mudar seus hábitos

Aliás, criar bons hábitos é extremamente importante para combater o cansaço mental.

Praticar atividade física

Um grande auxiliar para a saúde geral, o exercício também é essencial para o tratamento e prevenção da fadiga emocional.

A atividade física produz um hormônio conhecido como endorfina, que proporciona sensação de recompensa e bem-estar, aumentando assim a sensação de prazer, relaxamento e alívio físico e psicológico.

Melhore sua alimentação

Assim como a atividade física, uma alimentação balanceada está associada tanto ao alívio da cansaço emocional quanto à sua prevenção, pois certos nutrientes atuam como estimulantes do sistema nervoso central.

Em alguns casos, a falta de certas vitaminas e aminoácidos no organismo pode ser acompanhada de aumento da irritabilidade, desânimo e cansaço físico, o que pode piorar o quadro de esgotamento psicológico.

Observe a higiene do sono

A higiene do sono refere-se a um conjunto de práticas que visam melhorar a qualidade de uma noite de descanso.

Como definir horários para dormir e acordar, desligar as telas pouco antes de dormir, regular o uso de cafeína, etc.

Assim como no contexto de exaustão emocional o sono não é tão revigorante, é importante garantir hábitos noturnos em prol da qualidade e quantidade desse descanso.

Leia também: Como fazer a higiene do sono? Saiba tudo aqui!

Priorize momentos de autocuidado

O autocuidado é importante tanto como parte do tratamento quanto como prevenção do desgaste emocional.

É preciso fugir das obrigações rotineiras, reservar momentos para fazer atividades prazerosas e para relaxar.

Essa atitude não se aplica apenas aos cuidados com a beleza, mas também tempo para relaxar, ler, cozinhar, escrever, ouvir música ou fazer qualquer outra coisa que lhe dê satisfação.

Faça um acompanhamento psicológico

Quando você entende as coisas ao seu redor e desenvolve sua autoconsciência, fica mais fácil aliviar o cansaço emocional, e é exatamente nisso que a observação terapêutica pode ajudá-lo.

A psicoterapia é necessária porque o indivíduo pode reservar um momento para o autocuidado emocional.

Onde vai pensar sobre suas angústias, medos, suas possíveis causas e formas de enfrentá-los e tratá-los.

Além disso, se esse tipo de esgotamento não for tratado, pode contribuir para o desenvolvimento de crises de ansiedade e de depressão, por exemplo.

Passar o tempo livre com amigos e familiares

Embora seja difícil agir quando você está emocionalmente exausto, essa atitude é necessária.

As interações sociais saudáveis ​​proporcionam momentos de descontração agradáveis ​​onde é possível se desconectar das responsabilidades da rotina pessoal e profissional.

É por isso que é importante reservar um tempo para eles em sua agenda.

Aprenda a compartilhar tarefas

O acúmulo de atividades e a pressão das responsabilidades cotidianas são os fatores que mais contribuem para o surgimento do cansaço emocional.

Por isso, se estiver ao seu alcance no trabalho ou em casa, aprenda a dividir as tarefas.

Além disso, muitas vezes entramos em inúmeras coisas em nossa rotina sem perceber nossos limites e até mesmo tentando vencer o cansaço, o que não é justo com nosso corpo e mente.

Por isso, invista no seu tempo livre e descanse, crie hábitos saudáveis, cuide de você e procure ajuda profissional para te auxiliar no processo de qualidade de vida.

As informações contidas nesta página são apenas para fins informativos.

Não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e outros especialistas.

Leia também:

Quais são os benefícios do yoga? Confira os 4 benefícios!

4 Exercícios que pessoas com diástase abdominal não podem fazer de jeito nenhum!

Como identificar o estresse? Saiba mais sobre o assunto aqui

Descubra como lidar com a fadiga mental!

Conheça os 8 Benefícios da corrida!

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Solicitar exportação de dados

Utilize este formulário para solicitar uma cópia dos seus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utilize este formulário para solicitar a remoção dos seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utilize este formulário para solicitar a retificação dos seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utilize este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do seu e-mail em nossas Listas de E-mail.