O que é o Sedentarismo? Como combater?

Índice

O que é o Sedentarismo?

O sedentarismo é um estilo de vida em que a pessoa não pratica regularmente nenhum tipo de exercício físico.

Além de ficar sentado por longos períodos de tempo e não tem vontade de realizar atividades simples do dia a dia, o que afeta diretamente a saúde e o bem-estar.

Desta forma, uma pessoa sedentária, por falta de movimento e uma vida menos ativa, consegue aumentar a ingestão de alimentos.

Principalmente alimentos ricos em gorduras e açúcares.

O que leva o organismo a ter dificuldade em controlar o nível de açúcar, colesterol e triglicerídeos, aumentando o risco de obesidade, doenças cardiovasculares e diabetes.

Para sair do sedentarismo, é necessário mudar alguns hábitos de vida, tanto com alimentação quanto com exercícios físicos.

E para avaliar o estado geral de saúde, recomenda-se consultar um clínico geral e começar a se exercitar gradualmente.

Acompanhado por um especialista em educação física.

Sintomas de um estilo de vida sedentário

Os sintomas de um estilo de vida sedentário podem ser percebidos através de alguns sinais como:

Fadiga constante

Uma pessoa sedentária geralmente apresenta fadiga constante porque o metabolismo é reduzido já que as atividades que promovem sua ativação não são realizadas.

Além disso, durante o exercício físico, o corpo produz e libera endorfinas, serotonina e dopamina.

Que são hormônios naturais que, além de diminuir a sensação de cansaço, aumentam a sensação de prazer, disposição, alerta, bem-estar físico e mental.

Dessa forma, com um estilo de vida sedentário, a quantidade desses hormônios diminui, causando fadiga constante.

Leia também: O que é Fadiga: Tudo o que você precisa saber!

Diminuição da força muscular

Um estilo de vida sedentário leva a uma perda de força e massa muscular porque os músculos não são ativados pelos exercícios físicos.

E a realização de tarefas diárias não é suficiente para trabalhar todos os músculos do corpo.

Esse declínio na força muscular tem um impacto ainda maior nos idosos.

Pois à medida que o corpo envelhece naturalmente, a massa e a força musculares são reduzidas, o que pode causar lesões ou aumentar o risco de quedas.

O exercício físico regular com treinamento de força é, portanto, essencial para reduzir a perda, manter e melhorar a força e a resistência muscular.

Dor nas articulações

A dor nas articulações também é sintoma de um estilo de vida sedentário.

Que ocorre devido ao ganho de peso, falta de movimento físico, o que causa sobrecarga das articulações e dos ossos, principalmente dos joelhos.

Além disso, a falta de movimento leva a ossos e articulações enfraquecidos.

Pois o crescimento ósseo e sua força e densidade são prejudicados, levando a dores nas articulações e a um risco aumentado de lesão ou fratura.

Acúmulo de gordura da barriga

O acúmulo de gordura abdominal ocorre porque a energia fornecida pelo alimento na refeição não é aproveitada e fica armazenada na forma de gordura no organismo.

Principalmente na região abdominal.

Além disso, um estilo de vida sedentário também pode levar ao aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos.

Que se acumulam nos vasos sanguíneos e aumentam o risco de doenças cardiovasculares.

Ganho de peso excessivo

O ganho de peso excessivo é um dos sintomas mais comuns do sedentarismo.

Pois não há gasto calórico e/ou energético devido à falta de atividade física e quando a energia não é gasta, ela é convertida em gordura, levando ao ganho de peso.

Leia também: Descubra como Perder Peso de forma saudável

Má qualidade do sono

Um estilo de vida sedentário pode levar à má qualidade do sono.

Pois a falta de movimento físico reduz a produção e liberação de neurotransmissores no cérebro, como serotonina, norepinefrina e dopamina, que são responsáveis ​​pela regulação do sono.

Portanto, mesmo que uma pessoa sedentária se sinta cansada durante o dia, o sono não é repousante, relaxante e profundo.

Além disso, um estilo de vida sedentário pode enfraquecer os músculos respiratórios.

Dificultando a passagem do ar pelos pulmões e causando ronco excessivo ou apneia do sono, o que contribui para a má qualidade do sono.

Leia também: Apneia do sono: Tudo o que você precisa saber!

Consequências de um estilo de vida sedentário

As consequências de um estilo de vida sedentário são:

  • Sobrepeso ou obesidade
  • Pré-diabetes
  • Diabetes tipo 2
  • Hipertensão
  • Colesterol e triglicerídeos elevados
  • Aterosclerose
  • Derrame
  • Infarto
  • Osteoporose
  • Atrofia muscular
  • Dor crônica no joelho
  • Depressão
  • Ansiedade
  • Ronco excessivo
  • Apneia do sono

Além disso, um estilo de vida sedentário pode aumentar o risco de certos tipos de câncer, como câncer de cólon, mama, endométrio, ovário ou próstata.

Como combater

Na luta contra o sedentarismo, deve primeiro consultar um clínico geral para um exame geral para detectar a presença de alguma doença e determinar se pode ou não realizar determinados exercícios físicos e com que intensidade e frequência.

Inicialmente, recomenda-se fazer caminhadas curtas para que o corpo seja estimulado gradativamente e não haja grande impacto nas articulações.

Desta forma, mantendo a prática de exercício físico, é possível combater as consequências de um estilo de vida sedentário e promover o bem-estar.

Além disso, é importante que uma pessoa sedentária adote hábitos alimentares mais saudáveis.

Evitando o consumo de alimentos industrializados, refrigerantes e alimentos ricos em açúcar, pois os benefícios do exercício podem ser garantidos.

6 dicas para se livrar do sedentarismo

sedentário

Para sair do sedentarismo, você deve começar devagar e criar metas possíveis e alcançáveis ​​para não perder a motivação.

Podendo começar com pequenas mudanças nos hábitos de vida, como reduzir o uso do carro ou substituir o elevador por escadas.

Além de estabelecer uma rotina com horário específico para cuidar da saúde e movimentar o corpo.

Um estilo de vida sedentário é caracterizado pela adoção de um estilo de vida em que não se exercita regularmente.

Prejudica a capacidade do organismo de controlar a glicemia, a pressão arterial e a quebra de gordura, além de aumentar o risco de obesidade, diabetes ou pressão alta, por exemplo.

Para sair de um estilo de vida sedentário, é aconselhável consultar um clínico geral, que deve solicitar exames para avaliar o estado de saúde e, assim, iniciar atividades físicas com segurança.

Aprenda a se livrar de um estilo de vida sedentário.

1 Troque o carro ou deixe-o longe

Uma boa forma de sair do sedentarismo é trocar o carro por uma bicicleta, ou ir trabalhar ou fazer compras a pé, por exemplo.

No entanto, se isso não for possível, você pode estacionar o carro o mais longe possível do seu destino e caminhar o resto do caminho.

Para quem usa transporte público, uma boa solução é descer 1 ou 2 paradas antes da parada habitual e caminhar o resto do caminho.

2 Substitua o elevador por escadas

Sempre que possível, suba as escadas e não use o elevador ou as escadas rolantes.

Se você quiser ir para um andar muito alto, pode pegar metade do elevador e metade das escadas.

Além disso, substituir o elevador por escadas ajuda a fortalecer os músculos das pernas.

Melhorar a aptidão física e cardiovascular, aumentar a massa muscular e queimar calorias, o que ajuda a perder peso.

3 Faça atividades a pé

Outra forma de sair do sedentarismo é realizar atividades diárias a pé.

Como ir ao trabalho, à padaria, ao supermercado ou visitar um familiar a pé, mesmo que curtas distâncias.

Pois estimula a pessoa a se mover e permite que o corpo se acostume à atividade física gradualmente.

Além disso, percorrer todas as seções do supermercado ou caminhar enquanto fala ao telefone também ajuda a aumentar o número de passos por dia e a combater o sedentarismo.

Para as pessoas que ficam sentadas o dia todo, você pode fazer pausas durante o dia para dar um passeio pelo escritório ou em casa.

Andar na hora do almoço, se deslocar e conversar com colegas em vez de trocar e-mails, alongar no meio do dia ou ao ir ao banheiro.

4 Ao acordar, dê um passeio

Outra boa estratégia para sair do sedentarismo é fazer uma caminhada assim que acordar.

Mesmo que seja apenas uma pequena volta no quarteirão, pois manter-se ativo logo ao acordar evitará adiar o exercício e perder o entusiasmo ao longo do dia para fazer a atividade física.

Além disso, a atividade física matinal ajuda a ter mais energia e energia durante todo o dia.

Melhora a concentração, o humor, ajuda a emagrecer, além de promover escolhas mais saudáveis ​​ao longo do dia, como uma alimentação mais equilibrada e nutritiva.

5 Crie uma rotina

Criar uma rotina é uma das melhores formas de sair do sedentarismo.

Pois você reserva esse tempo durante o dia para fazer alguma atividade física.

Como passear ou até mesmo limpar a casa, passear com o cachorro, dançar ao som de um música que você gosta ou jogar um jogo, por exemplo, com crianças.

Para as pessoas que não gostam de rotina, você pode definir um horário para fazer coisas diferentes todos os dias.

Desde que tenha disciplina para cumprir o que foi definido, pois quando você não tem mais um horário fixo de atividades, a possibilidade de desistir e desanimar é maior.

Defina metas

Para sair do sedentarismo e se sentir motivado, você deve estabelecer metas para incentivá-lo a continuar se exercitando.

Como começar caminhando de 15 a 20 minutos por dia e ir aumentando os minutos aos poucos, ou dar uma volta no quarteirão e aumentar a distância.

A forma ideal de sair do sedentarismo é que esses objetivos sejam realistas e alcançáveis.

É importante que a pessoa pratique exercícios físicos que goste e que se adapte ao seu estilo de vida.

Além de começar devagar para ajudar a manter a atenção, não desistir e também prevenir lesões.

Outra alternativa para não desistir é usar aplicativos móveis ou relógios que permitem programar atividades, metas e emitir lembretes de sedentarismo.

Leia também:

O que fazer para ter o corpo perfeito? Conheça 10 maneiras

Conheça os 8 Benefícios da corrida!

O que é Endometriose? Tudo o que você precisa saber

 

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Solicitar exportação de dados

Utilize este formulário para solicitar uma cópia dos seus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utilize este formulário para solicitar a remoção dos seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utilize este formulário para solicitar a retificação dos seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utilize este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do seu e-mail em nossas Listas de E-mail.